rmc.abr

Campinas, 06 de agosto de 2021 - Com atendimento presencial liberado, os restaurantes e bares projetam um crescimento de 100% no volume de vendas no Dia dos Pais deste ano na comparação a 2020, quando o setor funcionou apenas com delivery e retirada por causa das medidas de restritivas de controle à pandemia. A projeção, otimista, é da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) de Campinas, que representa grande parte do Interior do Estado de São Paulo e litoral paulista.

Ao contrário do Dia dos Namorados, data com comemorações noturnas, quando o aumento médio superou 50%, o Dia dos Pais tem como característica principal a celebração da data no almoço, quando os estabelecimentos estarão funcionando com 80% de capacidade.

“A expectativa para todo o setor nesta data é bastante positiva”, diz Matheus Mason, presidente regional da entidade. Em 2020, devido às restrições de funcionamento, o setor operou apenas com delivery, ainda uma novidade para a maioria dos restaurantes e bares, e que na época representou apenas 40% do faturamento de um dia normal. “Neste ano, com abertura, mesmo com 80% de capacidade, o faturamento deve dobrar tanto para restaurantes como bares, liberados para atendimento presencial”.

Segundo Mason, o movimento nos estabelecimentos do setor vem aumentando desde a maior flexibilização de horário e capacidade de atendimento, o que já ficou claro no Dia dos Namorados, quando o movimento regirou alta de 50%.

“Com um aumento expressivo no número de pessoas vacinadas, a tendência é que a economia comece a voltar a funcionar e o cliente, se sentindo mais seguro e com os bares e restaurantes seguindo os protocolos, volte a consumir”, avalia.

Comentários